Cirurgia Ortognática – Cirurgia dos Maxilares

A Cirurgia Ortognática contribui para promover um equilíbrio entre as proporções faciais, melhorando a estética facial e a mordida, a fala e até a respiração. Com isso, esse procedimento cirúrgico pode ser estético e, ao mesmo tempo, funcional. Em ambos os casos, a cirurgia poderá contribuir para melhorar a autoestima de quem se sente incomodada (o) com a desarmonia facial.

Duração do procedimento Cerca de 4 horas.
Quem pode fazer Mulheres e homens com desarmonia facial e que apresentam problemas com a mastigação, a fala ou com a respiração.
Pós-operatório Você ficará em repouso durante os primeiros 20 dias e ingerir apenas líquidos e alimentos pastosos. A mastigação normal ocorrerá em aproximadamente 50 dias.

O procedimento pode ser realizado em todas as mulheres e homens adultos que estão incomodadas (o) com uma aparente desarmonia facial. Essa assimetria pode resultar de um crescimento inadequado dos ossos da face, podendo afetar a saúde e o bem-estar da pessoa.

A cirurgia é, geralmente, realizada no interior da boca e consiste em movimentar os ossos da face para uma nova posição na melhor posição possível. Para isso, é necessário que o cirurgião deixe a estrutura óssea mais “solta” durante o procedimento para, então fixar uma nova posição facial, geralmente utilizando placas e parafusos de titânio. É recomendado um tratamento com aparelhos dentários antes da cirurgia, se os dentes estiverem desalinhados.

As alterações cirúrgicas são visíveis após algumas semanas do pós-operatório, porém ainda haverá um inchaço na região, que diminuirá com o tempo. A dor no pós-operatório é rara, mas, se houver, o médico poderá receitar medicamentos específicos.

É importante conversar com o médico sobre seu histórico de doenças, tratamentos, uso de medicamentos, alergias, cirurgias prévias, histórico médico familiar e etc. Após essa conversa inicial, o cirurgião indicará alguns exames pré-cirúrgicos (exames de laboratoriais de rotina, bem como o risco cirúrgico e outros) para estudar sua condição de saúde atual. Aproveite esses momentos iniciais para esclarecer TODAS as suas dúvidas com relação à Cirurgia Ortognática.

Já no dia da cirurgia, o médico lhe pedirá para realizar um jejum e chegar ao hospital com antecedência e com um acompanhante para internação.

A cirurgia é permanente?

Sim. Porém, nos casos em que há má oclusão (mordida), o paciente deve, após a cirurgia, continuar um tratamento para a correção completa desse problema.

Mova a barra central para ver o antes e depois.
Imagens meramente ilustrativas de caráter educativo. Não devem ser interpretadas
como garantia de resultados.