Mamaplastia de Aumento – Implantes de Silicone

Sentir-se bonita e segura com relação ao corpo pode contribuir para manter a autoestima elevada. A autosatisfação pode estar relacionada as mamas, consideradas uma parte importante do corpo feminino. Se você se sente incomodada com as suas, a Mamaplastia de Aumento pode lhe ajudar a deixar seus seios maiores, simétricos e firmes com a inserção de Implantes de Silicone, que possibilitam a correção das imperfeições.

Duração do procedimentoCerca de 2 horas com alta no mesmo dia.
Quem pode fazerTodas as mulheres que já possuem um completo desenvolvimento das mamas e que não estão em período de lactação.
Tamanhos e tiposOs implantes podem variar de 135 a 500 ml de silicone e podem ser dos tipos: redondo com perfil alto, redondo com perfil baixo e em gota.
Pós-operatórioA recuperação da Mamaplastia de Aumento ocorre em torno de 48 horas. Você deverá ficar um tempo de repouso e tomar remédios, caso haja dor. Siga as orientações do médico quanto à prática de exercícios físicos e de atividades cotidianas.

A Mamaplastia de Aumento pode ser realizada a partir do completo desenvolvimento das mamas, que geralmente acontece entre 14 e 15 anos de idade. Além de suprir um desejo estético, quando há a vontade do paciente de aumentar as mamas, a cirurgia também está indicada nos casos de amastia – ausência congênita das mamas, hipomastia – pouco volume de mamas e assimetria – mamas com diferentes formatos/tamanhos, bem como em situações de reconstrução mamária após uma cirurgia anterior.

A Mamaplastia de Aumento é um procedimento cirúrgico que visa aumentar o volume e dar mais simetria as mamas por meio da inserção de implantes de silicone. Antes de realizar a cirurgia, o médico irá conversar com a paciente, principalmente, sobre o volume desejado, o tipo de implante a ser utilizado, a posição do implante e o local em que será realizada a incisão. A partir dessa conversa, será decidida a técnica cirúrgica mais adequada.

A inclusão do implante poderá ser realizada através de uma pequena incisão abaixo das mamas, ao redor da aréola ou pela axila. Os implantes de silicone podem ser posicionados sobre o músculo peitoral (submamária/subglandular) ou sob o músculo peitoral (submuscular). Tudo isso deverá ser cuidadosamente discutido com o médico e as escolhas dependerão do tipo de implante, do volume desejado e das particularidades da anatomia do corpo da paciente.

O resultado da cirurgia já é imediatamente visível após o procedimento. A intensidade da dor no pré-operatório varia de acordo com o posicionamento do implante e o tipo de recuperação da paciente. Se houver dor, o médico poderá receitar medicamentos específicos. Já o inchaço diminuirá com o tempo, em torno de um mês.

É importante conversar com o médico sobre seu histórico de doenças, tratamentos, uso de medicamentos, alergias, cirurgias prévias, histórico médico familiar e etc. Após essa conversa inicial, o cirurgião indicará alguns exames pré-cirúrgicos (exames de rotina, risco cirúrgico e mamografia) que avaliarão sua condição de saúde atual e ainda discutirá as opções de anestesia, implantes e incisões que serão realizadas. Aproveite esses momentos iniciais para esclarecer todas as suas dúvidas com relação à Mamaplastia de Aumento.

No dia da cirurgia, o médico lhe pedirá para realizar um jejum e chegar ao hospital uma hora antes da cirurgia, com um acompanhante.

Os implantes interferem na amamentação?
Não. Os implantes são inseridos abaixo da glândula mamária e não oferecem nenhum risco à mãe ou ao bebê. Porém, se a mulher já está no período de lactação, ela deve aguardar pelo menos seis meses após esse tempo para realizar sua cirurgia.

Mova a barra central para ver o antes e depois.
Imagens meramente ilustrativas de caráter educativo. Não devem ser interpretadas
como garantia de resultados.